domingo, 2 de maio de 2010


A cada partida o corpo vai deixando um pedaço da alma
Até não ter mais alma para partir
ou partir apenas o corpo sem alma
Ou perder-se no meio do caminho
sem alma, sem alguém, sem amar
Partir, ficar, perder-se
Nunca mais completar-se
Despedir-se, chorar, sorrir
Nunca mais ficar
Com corpo sem alma, com a alma do corpo
E continuar a partir...

Um comentário:

  1. Gostei dessa sua poesia!!!Interessante o modo de ver sentimentos!!!!

    ResponderExcluir